Slideshow

Tradutor - Translater - Traductor - Traducteur - Traduttore - Översättare - 翻译 - Переводчик

Se quer receber actualizações do meu blog

Coloque aqui o seu email:


Powered by FeedBlitz

3 de fevereiro de 2009

Multiolhares

Multiolhares


Sem asas de condor
Sobrevoo o espírito inquieto
Na assimetria dos cristais.
Seres mutantes
Alados de candura vagueiam,
Como reflexos ilusórios
De pensamentos transviados.
Cristalinos vitrais, procuro,
Na indomável zona do meu ser.

Por: © Maria José Pereira
Blog: Multiolhares

"Todos os direitos de autor reservados"

31 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Como reflexos ilusórios, não sei se o ambiente cristalino nos traza ilusão do Tamar.
Será?
Passaram-se muitos anos.
40?
Aterra mudou ...
O mar deve ser o mesmo que ainda há bem pouco tempo, consegui contar numa nuvem ondulante de uma onda ... todas as gotículas ...
Para dizer a verdade nem sei quem é o poeta.
Se o que escreve e descreve um voo rasante, numa qualquer praia (eu sei que não pode ser uma qualquer. É aquela onde o mar fero ou manso, nos beija com a sua espuma.

(só gostava de saber onde é a foto.
"Conheço-a".
Há um "emaranhado" de linhas de eléctrico)

Não tem grande importância.
A eloquência do conjunto, poema-foto, esmagam-me.

isabel mendes ferreira disse...

do saber olhar. do saber dizer. do saber escolher.

do saber ser.



do saber agradecer:EU!



. obrigada Nuno.


beijo.

isabel mendes ferreira disse...

e cristalina a escrita. colada à transparência!

Nuno de Sousa disse...

Fica então essa informação aqui...
A foto foi efectuada no Jardim Botânico da Ajuda, numa exposição de fotografias sobre um passeio que fizemos em Lisboa (Encontro fotográfico), esse edifício que aparece na minha foto era uma das fotos expostas onde era reflectida na mesma o que se estaria a passar lá fora, danças folclóricas através de uma janela...
Parece complicado :-) mas é isso mesmo um reflexo numa foto ali exposta.

Cumprimentos,
Nuno de Sousa

Marta disse...

Foto brilhante e o texto igualmente brilhante e apropriado...
Gostei imenso..
Parabéns aos dois...
Beijos e abraços
Marta

Sandra Rocha disse...

E eu a pensar que tinhas feito uma bela photoshopada :)
Adorei este "multi"olhar e o texto está maravilhoso.
Beijos.

Fatyly disse...

Um captação fotográfica bem original e de muito encanto.
Adorei o poema!

Parabéns aos dois!

Beijos

Teresa Durães disse...

que lindos reflexos! a construção de um cenário fascinante!

Anónimo disse...

Lindo o efeito reflexo k conseguiste aki uma muito bela imagem, e umas lindas palavras, parabens, bjinhos

Eu

Betty Branco Martins disse...

._________olá Maria José






.e



como se pode_________________voar



.sem asas de Condor___...




________os sentires num "olhar"


.assimetria

da inquietação____...






__________///



belo________perfeito


.parabéns

beijO


.parabéns para o excelente trabalho do Nuno


beijO_____________

Multiolhares disse...

Olá Nuno,
Não sei comentar e penso que nem devo, o meu poema, mas deixa-me agradecer o teres postado com esta tua fascinante fotografia.
Obrigada
Beijinhos

Carla Alves disse...

Olá Nuno,

Mais uma fotografia espectacular acompanhada de um texto lindíssimo! Gostei!

Um grande beijinho,
Carla

pin gente disse...

fantástica foto, nuno... mais uma!
belo o texto que a acompanha.
parabéns a ambos.

beijos
luísa

tossan disse...

A alma da fotografia,
Teve um sentido tocante,
Transformou em poesia
Uma em reflexos ilusórios e fascinantes. Abraço

mariam disse...

Nuno,
parabéns! a ambos. à Luna, porque sim! é um gosto 'lê-la' lá e aqui :)
ao Nuno, porque brilhantes são sempre os seus trabalhos.

um sorriso :)
mariam

Branca disse...

Bela imagem e belo poema!

bjo carinhoso.

Desnuda disse...

Fantástico foto e poema!

Lindo fim de semana, amigo!

Obrigada pelo carinho. Bjs

missixty disse...

Nuno, nunca aqui tinha vindo que me lembre...deixa-me t dizer que tens aqui fotografias espectaculares!

Philip Rangel disse...

Andei pelo blogs que leem o meu..e achei vc....vim conferir e vi um alto conteudo....muito bom encontra blogs amigos novos que demonstrem conteudo...

o Entrando Numa Fria te parabeniza...

abraços

FERNANDA-ASTROFLAX disse...

QUERIDO NUNO, BELÍSSIMA FOTO E TAMBÉM GOSTEI DO POEMA, PARABÉNS!!!
UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Princesa disse...

Tem um selo para si no meu blog.
Passe por lá.

Bom Domingo!!!

São disse...

Bom, a vida é mesmo um jogo de espelhos...
Boa semana, lindo.

Vivian disse...

Oi Nuno
Regressei. Tive um problema com o navegador e perdi muitas coisas. Recuperei parte do blog e está na direção deste nome, recém me ponho ao dia com as visitas.É verdadeiro o que dizes, parece complicado. Tenho estado observando-a e vejo que ta engenhaste com os reflexos.
Beijos.

Elcio Tuiribepi disse...

Nossa...essa parecia ser dificil, mas uem escreveu conseguiu faze-la fácil...belo dueto mais uma vez...um abraço na alma

Carla disse...

que belos efeitos nesta tua magnífica foto...e qde encantar o texto da Maria José
beijos

SAM disse...

Amigo,

que dueto fantástico! Belíssimo!


Beijos

Carla Alves disse...

Nuno,

Continuo a adorar esta fotografia! Há qualquer coisa nela de “mágico” – gosto muito deste pormenor do “reflexo” no vidro … Lindíssimo!

Um forte abraço,
Carla

Angela Ladeiro disse...

Uma escolha de mestre. Quanto ao poema acompanha muito bem a escolha. Obrigada, Nuno pela coragem que me dás. As tuas visitas são importantes para mim.

M. disse...

a foto é "stressante" no bom sentido.lembra-me um labririnto que enlouqueceria um condor, quanto mais sem asas. não descortinava como terias feito esta imagem até ver o comentário com a tua explicação. Coisas do olhar. Belo a acompanhar as palavras da M.J

beijo

simplesmenteeu disse...

Este é um dos momentos mais belos. Pelas múltiplas leituras, pela irrealidade sugestiva.
A verdade é que sempre aqui volto, com o prazer imenso de te encontrar e de reler a Maria José.

Felicidades e sucesso para amanhã, Nuno.

Um abraço para os dois autores.
(...e vou continuar a voltar aqui)

frAgMenTUS disse...

bela montagem! e meio-enigmáticas as palavras da Luna...rs bjs aos 2

Acerca de mim

A minha foto
Nasceu na maternidade Bensaúde na freguesia da Nossa Sr.ª de Fátima em Lisboa, no dia 9 de Abril de 1966. Vive presentemente em Mem Martins, concelho de Sintra, distrito de Lisboa. Fotógrafo por paixão, desde bem pequeno sempre admirou os trabalhos de outros fotógrafos mas só de há dois anos a esta parte se dedicou a esta bela arte. Amador e autodidacta, tem tentando aprender os segredos da fotografia; fez recentemente um curso de iniciação à fotografia e pretende fazer mais alguns. Tem ainda aprendido com outros fotógrafos, observando e lendo muito sobre o assunto. Sendo hoje um hobby, gostaria de um dia poder ir mais longe, quem sabe ligado profissionalmente a esta área, hoje é administrador de um site de fotografias nacional: www.fotogenico.net, venha inscrever-se é gratuito. Realizou algumas exposições de fotografia (“Sorrisos” e “Mar”), doando o seu trabalho em prol de um projecto de ajuda aos Mininos di Rua em Cabo Verde. Tem algumas galerias na Internet e um blog onde vai dando a conhecer o seu trabalho. Fotografias de maior interesse: Paisagens, macros, mundo animal, retratos, pôr e nascer de sol, arte digital, desporto e acção, fotografia ligada à nossa história.

Visitas neste Blogue

Seguidores

Bau - Cabo Verde


Discover Bau!