Slideshow

Tradutor - Translater - Traductor - Traducteur - Traduttore - Översättare - 翻译 - Переводчик

Se quer receber actualizações do meu blog

Coloque aqui o seu email:


Powered by FeedBlitz

1 de outubro de 2008

Anax imperator

Anax imperator

Quer acreditem, quer não, sou um enigma com milhões de anos. Apareci na Terra primeiro que o Homem e o meu corpo tinha setenta e cinco centímetros de comprimento. Sim senhores, setenta e cinco! O maior insecto de todos os tempos! Voava pelas florestas pantanosas com as minhas belíssimas asas cheias de nervuras, planando graciosamente a altas velocidades por entre os grandes dinossauros, fui testemunha do seu apogeu e da sua extinção. Como sobrevivi ninguém sabe, mas hoje tenho mais de cinco mil espécies na minha família espalhadas pelo mundo inteiro e somos os insectos com o aparelho de voo mais perfeito que existe. Fazemos inveja aos pilotos dos aviões com as nossas acrobacias aéreas.

A minha espécie chama-se Anax imperator, vivo nos locais com águas por perto porque só aí posso caçar e prolongar a minha descendência pousando as larvas na água. Acontece que somos cada vez menos porque andam a poluir as águas com químicos que destroem as larvas. O fantasma da extinção paira sobre nós há duas décadas e se nada for feito as próximas gerações só nos conhecerão pelas imagens captadas por pessoas como o Nuno. Porque depois de morta, as minhas lindas cores desaparecem e o meu corpo adopta um cinzento cor de farda. Olham-me e não vêem o que já fui. Depressa sou esquecida.

O meu nome é libélula. Simplesmente libélula. Encontrava-me a sobrevoar as águas caçando mosquitos para me alimentar e uma das asas bateu mal encharcando-se. Não conseguia voar. A mão do menino salvou-me. Ninguém daria pela minha falta mas estou feliz por estar viva e ainda poder voar…

Por: M.
Blog: Citadel
"Todos os direitos de autor reservados"

22 comentários:

cascarilleiro disse...

¡Sobresaliente macro! reflejándose todos los detalles,me llama la atención la transparencia de las alas.

Saludos.

M. disse...

Nuno a imagem aqui ganha aos pontos garanto-te. Escrevi desta vez simples porque as libélulas merecem-no, serem vistas com outros olhos,como inofensivos, úteis e como parte de um espólio natural que deve ser conservado vivo. E porque o que está em causa é esta tua belíssima macro que no formato deste blog tem um efeito fantástico e hipnotizante.

Obrigada a ti, pela libélula.


Beijo

isabel mendes ferreira disse...

O VOSSO NOME É TALENTO!!!!!


_________________

e que assim perdure. por genes e genes gerações deles...em cada asa que se espalha. espalhará.

_________________

Voa. Voa M.

Voa Nuno


que voe sempre os vosso olhar.

_________abençoado!.

Paulo disse...

Fantástica a imagem e soberbo o texto da nossa [minha] querida M.

Com ela, aprendi também a voar, e a voar, aprendi a sobreviver, homenageando as origens da criação, na qual me revejo porque sou e porque existo.

Parabéns pela imagem e presto aqui homenagem à autora do texto, autora também de grandes feitos ao nível da condição humana, que me secou lágrimas de outrora e que agora me rouba sorrisos, por pura teimosia. :)

Bem hajam!

R. Rudoisxis disse...

A tradição já não é o que era (75 cms).
Se não sabiam o voo das "libelinhas" inspirou o homem no fabrico dos helicópteros.
Graciosas, no seu pairar sobre as águas são seres maravilhosos que transmitem um misto de liberdade e perfeição.
Este shot do Nuno foi muito feliz também.
Beijos à M. e um abraço ao Nuno.

lgbolhares disse...

Nova roupagem... a mesma grande qualidade!

Um abraço

Anónimo disse...

Parabens amigos, a imagem é linda e com o texto fiquei a saber um pouco mais bjs

Eu

Multiolhares disse...

A foto esta maravilhosa,
E as palavras tocam o coração
Tenho esperança que os meninos.,
Homens de amanhã não deixem tanta
Maldade acontecer

beijos

Deusa Odoyá disse...

Olá meu sumido e estimado amigo Bruno.

Só poderia vir de suas mãos abençoadas , nos presentear com essa bela natureza.
Os animais em si são a parte mais iluminada que deus criou.
Vc. ficou de me mandar uma foto, se lembra?.
estou esperando meu caro amigo.

Uma semana repleta de muita luz e carinhos, recheada de muita fé e forte como a energia.

Regina Coeli.

Jofre de Lima Monteiro Alves disse...

Passei para dar uma vista de olhos neste blogue de apreciável qualidade, com belos textos e magníficas fotografias. Boa semana com tudo de bom.

SAM disse...

Foto e texto belíssimos, Nuno!

* Já recebi a foto por email. Agora é esperar inspiração...rsrs Bela foto que me enviou!

Beijos e lindo fim de semana!

pin gente disse...

lindíssima foto, nuno!
muitíssimo fluente e docente a m.
aprendi bastante... não sabia nada disto.
beijos para os dois
luísa

mundo azul disse...

Belíssima foto! Que momento feliz...
Texto e foto se completam maravilhosamente!


Beijos de luz e o meu carinho...

JOTA ENE ® disse...

A foto está excelente, mas aqui põe-se duas questões à Citadel.

1º Como deu p'ra pegar, julgo ser uma libelinha ou libélula?

2º Até se vai ao pormenor de saber o nome da espécie. Brilhante.

... graças à mão do menino, salvou-se! Belo texto.

M. disse...

jota ene

Nos termos de biologia o nome correcto é libélula, tendo o termo libelinha sido usado popularmente por ser um insecto dotado de uma beleza (que é incomum na classe dos insectos).

Quanto à espécie, confesso que no post original até dei o nome errado, tendo sido o Nuno a alertar-me para o facto, que esta libélula já fora identificada por alguém que de certeza estará melhor dentro do assunto. Convenhamos que o nome é majestoso.. imperator

Espero ter respondido às questões. :)

peciscas disse...

Para lá deste belo texto que nos coloca mais um dos mistérios que a Natureza ciosamente nos oculta e também a ameaça que paira sobre mais esta espécie, fica a extrema qualidade da tua fotografia.
Os pormenores da libélula, especialmente no que toca ao rendilhado das asas, estão ali todos.
Se infelizmente a Anax imperator deixar de existir, ela permanecerá viva nestas imagens tão cheias de qualidade.

Teresa Durães disse...

linda foto!

sp disse...

nuno,

o teu olhar é capaz de atingir essa cintilação e eu fico feliz!

um abraço.

Paula Crespo disse...

Que foto magnífica! Bela macro.

anamorgana disse...

Foto magnifica e o texto da na diana do que está a pasar. beijos
anamorgana

Carla disse...

perfeita conjugação entre a foto eo texto...parabéns aos dois
beijos

Carla Alves disse...

Olá Nuno,

Agradeço as palavras de entusiasmo que deixaste no meu blog!

É claro que aceito o teu desafio! Alguns dos meus poemas foram escritos exactamente como resultado dos sentimentos que algumas fotografias / imagens me suscitaram. Esse foi, por exemplo, o caso do “Momentos” – parti da imagem da bailarina que encontrei, por acaso na net, e foi o que, na altura, me ocorreu escrever … Só preciso de ter 1 imagem que me “desperte” interesse …

Saudações,
Carla

Acerca de mim

A minha foto
Nasceu na maternidade Bensaúde na freguesia da Nossa Sr.ª de Fátima em Lisboa, no dia 9 de Abril de 1966. Vive presentemente em Mem Martins, concelho de Sintra, distrito de Lisboa. Fotógrafo por paixão, desde bem pequeno sempre admirou os trabalhos de outros fotógrafos mas só de há dois anos a esta parte se dedicou a esta bela arte. Amador e autodidacta, tem tentando aprender os segredos da fotografia; fez recentemente um curso de iniciação à fotografia e pretende fazer mais alguns. Tem ainda aprendido com outros fotógrafos, observando e lendo muito sobre o assunto. Sendo hoje um hobby, gostaria de um dia poder ir mais longe, quem sabe ligado profissionalmente a esta área, hoje é administrador de um site de fotografias nacional: www.fotogenico.net, venha inscrever-se é gratuito. Realizou algumas exposições de fotografia (“Sorrisos” e “Mar”), doando o seu trabalho em prol de um projecto de ajuda aos Mininos di Rua em Cabo Verde. Tem algumas galerias na Internet e um blog onde vai dando a conhecer o seu trabalho. Fotografias de maior interesse: Paisagens, macros, mundo animal, retratos, pôr e nascer de sol, arte digital, desporto e acção, fotografia ligada à nossa história.

Visitas neste Blogue

Seguidores

Bau - Cabo Verde


Discover Bau!